Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos






“LUA QUE DEFINE”.
         (Soneto).
Oh! Lua que define o horizonte!
Céu azul nuvens carmim,
Que clareia os montes
Faz brotar o meu jardim.
 
Lua que define o meu versar
Faz-me ficar tão enamorado,
Lembrar cada silaba, do verbo amar,
Dizer porque estou tão apaixonado.
 
Lua que há pouco era clara
A que motivo a mim levara,
A ser um homem a que toleras.
 
Que aos poços o vento soprara
A ninguém que me esnobara,
Porque és tu linda esfera.

 




 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 09/07/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras