Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos






“TALISMÔ.
    (Soneto).
 
 
Há dias em que saudoso
Recordo-me a primavera,
Tão inocente que eu era
Vem-me um suspiro gostoso.
 
Aquele menino orgulhoso
Que não tolerava espera,
Voltar no tempo, ai quem dera!
Pois o tempo é caprichoso.
 
Quando no mês de agosto
Em que a flor já temporã,
O lusco-fusco sol posto.
 
A brisa fria em meu rosto
Beija-flor meu talismã,
Da maçã, aroma e gosto.
 





Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 13/06/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:
"TALISMÃ". - Antonio Hugo


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras