Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos


"SAUDADES DA VÓ"
Rio de Janeiro, Julho/2016

Boa noite vó...
Mais uma vez estou te escrevendo; porque me faltou o sono;
Também porque me bateu a saudade de ti.
Vó, muitos pensam que a solidão é privilégio dos idosos, mas
nesta carta eu estou provando que não.
Vó, eu tentei dormir, rolei na cama, mas o bendito sono não apareceu... Já é madrugada e faz um calor escaldante, lá fora há um engarrafamento bem na frente da minha casa, é ensurdecedor o barulho das buzinas, agora eu senti saudades do sítio, onde você está.
Ah! Vó... Como uma casa grande pode ficar tão pequena?! A ponto de não me caber dentro dela?! A música já não me relaxa mais...a minha cama parece cheia de espinhos...
Vó, vou esperar amanhecer, e vou correndo postar esta carta, pena que eu não tenha asas, para voar até você agora.
Mas o pior é que a tinta da caneta está se acabando; eu tenho que parar de escrever... Mas ainda dá para dizer que te amo.

Autor: Antonio Hugo.
 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 30/12/2005
Alterado em 03/07/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras