Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos





"VIDA DE PESCADOR"


De mochila e peito nu
deixa o pescador o seu lar,
olhos marejados em lágrimas
a silhueta que se apaga
nas ondas do alto mar!

Deixa a esposa chorando
seus filhos o abraçando,
sem saber se vai voltar;
Os dias são longos, e tristes,
e aquele pescador persiste
vendo as semanas passar.

Cá no lar sua família
preocupa-se, com o tempo,
pois já obteve exemplo
de alguém que não voltou.

Lá no mar seu pensamento
no lar e na pescaria,
entra noite, e chega o dia,
e o barco não atracou.

Volta prá casa a esposa
mais um dia de aflição,
nervosa esfrega as mãos
tem que ter fé, e ter força.

Para acalmar seus filhos,
nos olhos, um triste brilho,
mas não perdeu a razão;
Com amor, sem esperança...
olha prá suas crianças
que sorrindo um lhe diz:
-Mamãe, fica sossegada!
Pois quando saiu de casa,
o meu pai chegou aqui.





Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 21/12/2005
Alterado em 01/05/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras