Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“NA OUTRA VIDA”.

   (Prosa poética).

 

Não chores na minha viagem,

Só quero salva de palmas...

Eu quero ouvir canções

Pois é de música minha alma;

Quero roupas coloridas

Quero poemas e flores...

Quero sorrisos nos rostos

Eu quero versos de amores;

Não é o meu corpo que conta,

Mas... Meu espírito que flutua

Por florestas verdejantes...

Sob a claridade da lua;

No dia que eu voltar...

No corpo de outro vivente

Com outra missão na terra;

Em outra vida estarei

Noutras regiões talvez...

Sem o meu banco de dados;

Serei outro ser diferente

Pois foi tudo deletado,

Lembranças da minha mente;

Não sei se virei como pássaro

Não sei se virei como gente!







 

 

 

 

 

 

 

Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 06/09/2007
Alterado em 06/09/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:
"NA OUTRA VIDA". - Antonio Hugo


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras