Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“REPETIA A CANÇÃO”.

     

 

 

Noite vazia... Céu estrelado...

A lua atrás das nuvens,

Mais uma melodia, eu apaixonado;

Só eu ouvia só eu estava acordado.

Então a lua aparecia...

Eu repetia a canção que havia cantado;

A noite ia passando, lá vem à madrugada,

Um passarinho de canto triste canta

Eu e meu pinho, novamente eu o dedilhava,

Eu deixava o violão e caminhava

A calçada estava molhada pelo sereno;

Eu regressava e tocava... Tocava baixinho,

Só eu escutava; a minha amada dormia,

Talvez até sonhasse comigo...

Eu cantava musicas de amor.

Já era madrugada e eu cantava

Cantava baixinho... E lá vem a aurora,

O sol desponta atrás dos montes...

Parecia até que era ontem;

Agora o sol esquentava

Eu parecia uma cigarra

Preste a soltar a casca,

Eu vou pra casa, sozinho...

Guardo o meu pinho, e vou dormir...

Pensando n’ela...







 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 25/08/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras