Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos


“DESTINO CRUEL”.
         (Soneto).
 
Enriqueceu o meu ego
A força que aqui me traz,
Que o amor não me deixa cego
Nem a paixão que o destino faz.
 
Oh! Esse destino é cruel!
Quanto a paz, custa tão  pouco,
Quando a lua sai do céu...
O meu juizo é tão louco.
 
Juizo pouco na estrada
Ou no clarão da alvorada,
O céu parece tão perto.
 
Depois de subir a escada
Erguer pro céu a espada,
Tornou-se tudo um deserto.
 

 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 31/05/2016
Alterado em 12/09/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras