Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“O MATUTO”.

(Poesia bucólica).

 

A luz do sol clareava

As palhas do meu ranchinho,

Por entre frestas entravam

Dezenas de réstias fininhas

Todas as réstias clareavam

O meu humilde cantinho...

Nas noites que a lua era alva

Pelas janelas entravam

Clareando o meu ninho;

Eu de feliz suspirava

Pegava a viola e cantava

Pra lua mais clarear...

Quando amanhecia o dia

O meu canto confundia

Ao canto do sabiá.

Hoje só resta a saudade

Eu vivo nesta cidade

Sem ouvir pássaros cantar;

Mas se Deus me der saúde

Assim como eu vim e pude;

Volto pra aquele lugar!

 















Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 03/07/2007
Alterado em 03/07/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras