Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“NAQUELE TEMPO”.

     (Poesia infantil).

 

Pés descalços e sem camisa

Gostava de sentir a brisa,

Gostava de ver o mar...

 

Corria a ver os pescadores

Iniciar seus labores,

Saírem para pescar...

 

Eram lindas as caravelas

Quando içadas as suas velas,

O vento as empurrar...

 

Ficava olhando um bom tempo

Quando a manobra do vento,

Começava os transportar...

 

Hoje, quando vejo um pescado,

Fico até emocionado...

Daqueles tempos a recordar!

 





Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 18/06/2007
Alterado em 18/06/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:
"NAQUELE TEMPO". - Antonio Hugo


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras