Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“TODA MAGIA DO MAR”.


Na areia branca que ela deitava
As ondas mansas quebravam ali,
As águas que a lua beijava
O sol da manhã que há de surgir;
O céu azul que a noite estrelava
No coqueiro o ninho da juriti...
As andorinhas que sobrevoam sobre as águas
A sereia na pedra a reluzir...
A mesma areia por onde ela andava
As suas pegadas ainda estão aqui;
As serenatas das madrugadas
As canções então cantadas
Novos encontros hão de vir.
A praia toda enfeitada
A juventude enfeitiçada
O mesmo feitiço eu senti...
Jangadas de velas içadas
No inicio da alvorada
A areia crescendo a dimensão...
O mar ficando mais longe
O céu na água a refletir
Toda orla ensolarada...
Foi Deus que andou por aqui! 






Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 28/05/2007
Alterado em 28/05/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:
"TODA MAGIA DO MAR". - Antonio Hugo


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras