Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos






“A TUA LÁGRIMA”.
         (Soneto).
 
Salgada foste a tua lágrima
Tal quanto à água do mar,
Quando abriu o diafragma
Sentiu saudade do lar.
 
Oh quanto tempo à loucura
De querer o teu abraço,
Sentir nos braços a ternura
Ter-te presa no meu braço.
 
É bonita a serpentina
Que ficou presa a menina,
Na hora de desfilar.
 
Transparente igual parafina
Igual à voz que o ensina,
Igual às ondas do mar.

 





 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 04/09/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras