Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos







“BONÉ AO VENTO”.
          (Soneto).
 
Tornou-se ao meu pensamento
A magia do amor mais sublime,
A intenção de tocar o argumento
E que argumenta o meu regime.
 
Sortudo novamente sou eu...
Se eu pegar o meu boné no pensamento,
Que de certa forma então valeu
Porque jogar o meu boné ao vento
 
Cantei forte no meu terreiro
Sou caboclo forte sou ligeiro,
Eu trago a magia da água do mar.
 
Cantei forte igual galo no puleiro
Debaixo de um chapéu sombreiro,
Pra não deixar eu me afogar.






 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 21/06/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras