Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos







          “NA TARDE AMENA”.
                     (Soneto).
 
 
Na tarde amena em que a brisa
Balança o coqueiro macho...
Que a garotada desliza
Esqui bunda, morro abaixo.
 
Isso nos tempos de outrora
Antes de eu vir pra cidade,
Que o semblante às vezes chora
Se não chora, tem saudade.
 
Algazarra em cachoeira
Em jangada improvisada...
Com tronco de bananeira.
 
Descendo das sobranceiras
Sinto as palpebras molhadas,
A escorregar pelas ladeiras.
 
Autor:  Antonio Hugo.





 
 
 
 
 
 
 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 09/03/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras