Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos







“ESPUMA DE SABÃO”.
            (Soneto).
 
 
Se alguém chamar-me louco
Eu não me sinto ofendido,
Todo humano tem um pouco
De maluco em seu sentido.
 
Eu às vezes fico rouco
De gritar, sem ser ouvido,
Esmurro a mesa, dou soco;
Só paro se for contido.
 
Às vezes tudo é em vão...
O pedido de atenção,
Para o assunto importante.
 
Igual espuma de sabão
Não serve pra lavar a mão,
Bonita, mas irrelevante.






 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 02/10/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras