Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos






                            "NOCIVOS".
                         (Crônica).


 
Segundo a bíblia, Deus criou o mundo com tudo que nele existe, deixando na terra o homem para que dela cuidasse, e junto com a terra todos os insetos. Porém eu não sei quem é mais nocivo a terra... Se os insetos ou o homem; porque há insetos que fertiliza a terra, outros que semeiam...  Por outro lado os animais selvagens, que muito deles semeiam frutos silvestres; por sua vez vem o homem e os mata, destrói esta mesma fruta que foi plantada... Ou semeada pelos animais; destrói nascentes, derruba as árvores provocando o desmatamento adoecendo o meio ambiente. Com toda certeza hoje em dia, o homem é mais nocivo à natureza que todos os incetos e animais juntos; e eu na qualidade de humano, sinto-me envergonhado pela má contribuição prestada pelo próprio homem a nossa mãe natureza. Muitas camadas da nossa "sociedade", se orgulham por morar em um condomínio de classe "a", esquecendo-se, que, para o surgimento daquele mesmo condomínio, tiveram que sacrificar dezenas ou centenas de árvores, expulsando pássaros e bichinhos do seu habitat, destruindo nascentes; trocando assim, verdes florestas...  Por verdadeiras favelas verticais, arranha-céus desnecessários, um luxo que não os levam a lugar nenhum.

 
 
 
 
Bem amigos, como vêem; esta foto é de um dos meus quados em óleo sobre tela, todos podem ver o machado, símbolo da destruição do nosso tão querido verde, se bem que nos tempos atuais já não usam o machado...  Mas este quadro é o meu protesto ao desrespeito para com o nosso tão necessário verde. Ótimo começo de semana para todos, e fiquem com Deus!




 
 
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 16/08/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras