Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“TROVAS INFANTIS”.


Meu balãozinho de borracha
Que eu tinha tanto amor...
Eu brincava lá na praça
Quando o vento o carregou,
Comprei outro por pirraça
O sol quente o estourou.
* * *
Minha peteca de pano
Que tem as penas de ganso,
Ganhei no final do ano
Brinco com ela e não canso;
Hoje caiu no telhado
Tento buscá-la e não alcanço.
* * *
Meu pai deu-me um presente
Foi o meu cavalo baio,
Brinco com ele contente
Monto na sela e não caio;
É um cavalo inteligente
Corre mais do que um raio!
* * *
A minha namoradinha
Estuda na minha sala,
A menina é bonitinha
Mas como a menina fala!
Se não fosse tão lindinha
Eu a chamava de mala! 











Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 09/04/2007
Alterado em 22/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras