Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos






“LÁGRIMA DO VERDE MAR”.
                  (Soneto).
 
 
Aquele manto estendido
No chão coberto de areia,
Tem nele o céu refletido
Com a nuvem e a lua cheia.
 
Quando a aurora clareia
O dia já amanhecido,
Surge o sol, que me norteia
Deixa-me o corpo aquecido.
 
Areia clara igual prata
Água plana sem cascata,
Um convite a sonhar.
 
Uma paisagem pacata
Sem sombra da verde mata,
Uma lágrima do verde mar!





Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 13/10/2011
Alterado em 13/10/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras