Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos









"LIVRO DA VIDA"


No dia que eu nasci, foi escrita a primeira letra no livro da vida, cuja capa era o meu corpo, a página era a minha alma; a cada hora que passava após o meu nascimento, era acrescentada uma frase a mais... a cada dia passado transformava-se num verso, a cada semana uma estrofe; a cada mês que eu vivi ficou pronta uma poesia; então era virada uma página, página essa que só podia lembrar os versos... não podia voltar para lê-la.
Após um ano de vida, o livro continha doze páginas, das quais eu sentia saudade dos versos que ficaram para trás; o tempo foi passando... e o livro já esatava com bastante páginas, mas não tinha data para encher, no livro tinha muitas lindas poesias, com lindos versos... com lindos finais; porém naquele livro haviam versos merencórios, versos alegres e versos tristes; haviam versos de amor, de dor, haviam versos de ódio... de rancor, de tristezas e alegrias, haviam versos amargos e doces... iguais os que a minha mãe me contou; o livro tomou uma espessura volumosa, algumas páginas já estavam semi
apagadas, outras vivas! E esse livro continua recebendo letras, frases, versos, e se enchendo de poesias; e continua aberto até o dia de se fechar... quando então eu não saberei o que virá.
Não sei se escreverei outros livros... ou se será o final da minha história, do meu livro da vida.






Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 29/09/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras