Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos


Eu sou a solitária, e pacata andorinha
que faço o meu verão sempre sozinho,
recitando os meus versos, para ti rainha
dedilhando as cordas do meu pinho.

Eu sou a romântica cigarra da tarde
que no verão, não me canso de cantar,
nos dias tristes, em que sinto saudade
faço canções, para a tarde as estrear.

Na primavera, eu sou o lindo colibri
que sobrevoa os férteis campos floridos,
sou um mensageiro, beijando aqui e ali
sou um beija-flor, o passarinho querido.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 31/05/2006
Alterado em 31/05/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras