Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos


"O NOSSO BOSQUE"



Eu hoje passei, no parque
em que nós dois passeávamos,
recordando, nem via...
que por você eu chorava
E a minha lágrima de saudade
inundava o banquinho, que,
outrora testemunhou um
grande amor, agora estou
tão sozinho; e os pássaros
tão quietos, respeitavam
a minha tristeza nesse dia;
e eu comovendo a todos que
me via; ah! Eu só queria
saber de ti, como está,
onde está; eu queria saber...
se hoje tem um outro alguém,
ou...se já esqueceu, o que
houve entre nós; eu hoje...
estou revendo, muitas recordações
de um tempo tão feliz, que
atrás ficou, eu hoje só queria
ouvir, se possível a sua voz.
Olhei aquela árvore, em que,
com uma faquinha eu gravei o
nosso nome juntinhos, e nós dois
separados; eu só queria que
soubesse, a tristeza no coração
desse homem.
Ah! Aquela fonte com pedrinhas
brancas, onde passava uma pequena
ponte de madeira; ainda lá está,
esse foi um dos motivos mais forte,
para eu chorar; chorei sim;
e não tenho vergonha de confessar.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 05/05/2006
Alterado em 05/05/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras