Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“VIDA A POESIA”.
       
 
 
As folhas balançavam devagar
Quebrou o silencio o balanço da maré,
A vela branca de um barco em alto mar
A cachoeira do pequeno igarapé.
 
O som da viola misturava-se a cascata
A beira-mar tingia de branco a areia,
Por entre as folhas descia chuva de prata
Na verde mata sob a luz da lua cheia.
 
Meus simples versos tinham tom de paixão
Flores silvestres exalavam perfume,
Rosas brancas pendiam do caramanchão
O campo em ouro cuja luz do vaga-lume.
 
O romantismo, a canção e a nostalgia,
Velhas lembranças de amores do passado,
Os acordes davam vida a poesia...
Sob o céu azul tão estrelado.






Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 17/02/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras