Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“A VOZ DA POESIA”.
        
 
 
O barulho do nada me deixou feliz
Eu pude então ouvir a minha voz,
Naquela madrugada o meu eu me diz
Estas em paz, ainda que estejas sós.
                                                             
Tantos poetas, que recitam ao léu,
Contando estrelas, admirando o céu,
Ainda que calado, recita em pensamento,
Um poema, um fado, que voa ao vento.
 
Poetas de Deus cuja inspiração
É derramada ao seu pensar...
Olhar perdido na imensidão
Às vezes faz sua lágrima rolar.
 
Quase sempre sem amor, na solidão,
Noutras vezes apaixonado por ninguém
Ele poeta pro seu próprio coração;
Cujo soluço vai além.
 
Noite alva... Ou na escuridão,
Vai além da sua imaginação...
Jamais pensa em seu futuro;
Vê a luz onde tudo está escuro.






Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 24/12/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras