Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“O PERDÃO”.
    
 
 
Perdão... Uma palavra muito usada nos dias de hoje, faz parte do cotidiano como um ditado comum; poucos imaginam a importância, que esta palavra tem, como perdoar a alguém se este recurso não está nas mãos humana... Pedir perdão é a fraqueza... Ou a franqueza, de quem comete deslizes, e quem de nós não já cometemos deslizes um dia... Não é mesmo?
Nos meus caminhos pela vida eu já ouvi estas palavras muitas vezes, e quase sempre se é perdoado, mal sabe aquele que está perdoando, que, não está no seu alcance o perdão.
Errar é humano sim, entretanto, não há erro que não tenha sido lembrado no curso da vida, sendo assim, ainda que perdoarmos não estará perdoado... Pois lembraremos sempre a dor daquele pisão que levamos no pé.
Quando alguém é magoado por alguém, suponhamos que este alguém, seja uma pessoa de muita fé, ou pelo menos é o que deixa transparecer; diz-se, “eu entrego a Deus”! Obviamente fica com a magoa só para si... Ora bolas! Não é preciso ficar de mal com alguém pelo ferimento que lhe causou... Se este ferimento for cicatrizável, ainda que fique a cicatriz, mas é mais saudável ficar calado, do que dizer demagogicamente, eu lhe perdôo.
Quando o pedido de desculpas... Pode ser perfeitamente aceito, até por que, desculpar está no alcance humano, ainda que não saibamos até onde o outro está sendo sincero, mas a duvida também faz parte do nosso dia a dia, além do mais, não é de bom tom ficar calado quando lhe é dirigido um pedido de desculpas... Mas lembre-se, quem perdoa é Deus!



Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 19/12/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras