Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos








“A TUA SOMBRA”.
        
 
 
Ah meu pé de flamboian!
Que em tua sombra eu deitava,
A rede era o meu divã...
Tudo ali eu confessava;
Às vezes, eu até sonhava,
No teu aconchego eu dormia
No meu sono eu delirava
Fingiste tu que não via,
Ah minha árvore companheira!
Hoje eu recordo os momentos...
Que os desencantos de amor
Tu ouvias os meus lamentos
Eu sei... Não dizias nada,
Mas murmurava, eu entendia,
Ali tu me aconselhavas
Murmurando me dizia...
Feliz de quem eu amava
Tudo era uma fantasia...
Quando de longe eu chegava
À noite ou a luz do dia,
Eu corria e te abraçava
Quanto alivio eu sentia!
Então na rede eu deitava
Os teus ramos me cobriam
Quando a rede balançava
O perfume recendia,
Com um violão eu cantava
Uma linda melodia...
Sentia que tu gostavas
Do seu jeito me entendia.






Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 12/12/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras