Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“RECORDAÇÕES”.

   

 

Eu aqui sozinho sentado a mesa,

pude sentir o balanço da música,

que dançávamos naquela tarde

de domingo, década de setenta,

uma tarde chuvosa... A música

era lenta; dois passos pra lá dois

pra cá, mas não era bolero não...

Lembro-me o titulo da música,

“és meu amor”, havia outros

casais ali dançando... Éramos

todos jovens, na faixa-etária dos

treze aos dezesseis anos.

Todos tinham os seus pares, calça

boca de sino cobrindo os sapatos,

cabelos longos... Os que tinham

cabelos crespos usavam o famoso

penteado Black Power.

O tempo corria de pressa! Também

não nos lembrávamos de olhar os

relógios; não rolava nada de bebidas

alcoólicas ali... Usávamos sempre

a famosa balinha de hortelã, quase

ninguém fumava os que fumavam

não queriam estragar o momento,

a noite já chegava, ia cada um para

o seu lado, com o seu par obviamente,

era um cinema... Os que já eram

maiores de idade, quem não era ficava

numa praça... Ou num jardim qualquer;

mas não podiam levá-la tarde para

casa.

Isso me veio agora na lembrança,

e novamente eu dancei e ouvi...

Aquela música, junto com você.







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 18/08/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras