Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“AS CARTAS DO BARALHO”.

          

 

O barulho da cachoeira

Com o balançar do galho,

Um sabiá laranjeira...

Os pés molhados do orvalho.

 

O barulho de um chocalho

Que vinha da capoeira,

Às flores lindas do galho

No meado da ladeira...

 

Na entrada da porteira

Um feioso espantalho,

Na improvisada fogueira

Assei milho no borralho.

 

Dormi na velha esteira

Espalhada no assoalho,

A cigana previu sorte

Nas cartas do seu baralho.







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 21/07/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras