Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos









 

“BODAS DE PRATA”.

      (Prosa poética).

 

 

 

 

 

Foi tão bom te conhecer... É bom saber que me ama; é bom ver-te adormecer, ouvir como você ressona.

Foi tão bom beijar você, bom estar contigo na cama, é bom estar nos seus braços, sentir forte o seu abraço sussurrando que me ama.

Foi bom comemorar contigo, as nossas bodas de prata, sentir os abraços dos nossos filhos... É bom saber que te tenho... Como é bom sentir seu gosto, passar a Mão no seu rosto, acariciar sua pele; sussurrar no seu ouvido coisas íntimas de nós dois.

Conversar nas madrugadas, ver-te despenteada, afinal, não é a beleza plástica que conta, mas a beleza da tua alma.

O nosso corpo é um só, o que tu sentes eu sinto o que tu gostar eu gosto; o que disseres que fazes, confia-te, que eu aposto! Apesar dos longos anos, ainda sonho contigo, todo passado eu revivo, dou risadas e às vezes choro; às vezes fica zangada quando saio que demoro, fica bonita se brava, logo passa, pois imploro.

Deus te fez sob medida, para os nossos longos anos, ou séculos talvez... Pois nosso amor é eterno... Eu sei.

 

 







 

Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 26/06/2008
Alterado em 25/09/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras