Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“ÁRDUO GEMIDO”.

        

 

Vai-te, e deixa-me só!

Com o meu amor sincero,

Um dia brilhará o sol...

Então já não mais lhe espero.

 

Igual um bêbado na rua

Com o seu bafo medonho,

Com a sua verdade nua e crua

Enquanto ébrio é um sonho.

 

Mas, a realidade é triste;

O seu teto é o azul do céu,

Finge até que nada existe;

E dorme jogado ao Léo.

 

Mas é lúcido o seu amor

Que traz no peito sofrido,

Embora é tamanha a dor

O semblante entristecido.

 

Já não resta mais rancor

Foi-se, no árduo gemido,

Às vezes, é trovador...

De um amor já esquecido.







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 24/06/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras