Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos










“NINGUÉM É DE NINGUÉM”. 

     

 

Um capítulo atrás do outro

Onde somos os personagens,

Hoje vivo... Amanhã morto;

Fazendo a eterna passagem.

 

Feliz de quem fica velho

Há tantos que morrem moços;

Ou seguimos o evangelho...

Ou vamos ao fundo do poço.

 

Nós somos seres sagrados

Somos criaturas de Deus,

Por que viver magoados?!

Somos cristãos... Ou fariseus?

 

O mundo foi feito pra todos

Ninguém aqui é de ninguém,

Até existem acordos...

Dos que tem com os que não tem. 

 

Mas, o mundo, é maravilhoso,

Pois tudo dele provém...

O que ganha um ser orgulhoso?

Ninguém é melhor que ninguém.  







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 09/06/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras