Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Áudios

"A MAJESTADE".
Data: 19/07/2007
Créditos:
Autor: Antonio Hugo.
Voz: Antonio Hugo.
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.










“A MAJESTADE”.

         

 

Eu vi o sol, que se despedia do dia,

Resplandecendo de alegria...

Atrás das matas se, esconder;

E sobre as matas, os seus raios,

Se expandirem, até quase anoitecer.

Eu vi a lua, que por sobre o mar surgia,

Com o seu rosto de magia...

Igual ao sol ao amanhecer.

Com ela vinham as estrelas

Parece até que sorriam,

Cujo céu era azul,

Pois as nuvens se escondiam;

Eu simples humano

Boquiaberta com as belezas

Quando as nuvens apareceram...

Então o sereno caía,

Mas as nuvens em respeito à humanidade

Ou talvez por caridade

Não ofuscavam a lua;

O vento colaborou...

Nem uma nuvem empurrou

Para encobrir a majestade.















Enviado por Antonio Hugo em 18/07/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras