Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Áudios

"DEITADO NA RELVA".
Data: 19/07/2007
Créditos:
Autor: Antonio Hugo.
Voz: Antonio Hugo.
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.










“DEITADO NA RELVA”.

            

 

Ali deitado sobre a relva...

Estava eu a contemplar,

Ao longe o vulto da selva

O horizonte, a beira mar!

 

Bate a saudade do meu lar

Já fim de tarde quase trevas,

E então começo a recordar

Onde o pensamento me leva!

 

Quase não dá pra enxergar,

Então começo a recitar...

Uma poesia recém feita.

 

Já se foi então à luz do sol

É tudo escuro ao meu redor,

É quando a noite ali se deita!







Enviado por Antonio Hugo em 13/07/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras