Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Áudios

O VELHO ÍNDIO
Data: 03/02/2007
Créditos:
Autor: Antonio Hugo
Voz: Antonio Hugo
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.









“O VELHO ÍNDIO”

Clamando a Deus nas alturas
Pedindo aos homens na terra,
Aquela pobre criatura
Que vivia naquela serra.

Era um pastor de ovelhas
Cujo rebanho, não era seu,
Um apicultor de abelhas
Por pouco quase morreu.

As ovelhas, e a apicultura,
Era essa a sua cultura,
Um benzedor de mão cheia!

Um velho índio sem tribo
Esse era o seu castigo,
Sem família, e sem aldeia! 








Enviado por Antonio Hugo em 03/02/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras